A nova fase da Sweet Craft {e um pouco dos novos produtos também}

Oi Gente!

Como sempre, ando escrevendo muito pouco por aqui… a julgar que meu último post (antes desse, claro) foi na metade de 2015… os motivos disso são os mesmos de sempre: muuuuito trabalho e eu sou uma só. Por isso o blog acaba ficando de lado… mas ainda tenho esperanças de voltar a blogar como antigamente, com ao menos 3 posts por semana (sonho!).

Quem me acompanha no facebook e instagram sabe que em 2015 (em especial no segundo semestre) eu dei uma “surtada” com meu trabalho. Vê-se bem pelo post anterior a este. Eu sentia que precisava de um tempo, já que de uma forma geral, eu estava descontente com uma série de coisas. Então em dezembro de 2015, após ter encerrado as atividades do ano, parei pra refletir a respeito. E, depois de constatar que eu estava enfrentando alguns problemas (uns graves, outros nem tanto), decidi que precisava de uma mudança.
Jamais pensei em deixar de trabalhar por conta ou com artesanato, que é o que eu amo de paixão. Mas eu estava numa ansia de fazer coisas novas e o fato de estar SEMPRE sobrecarregada me impedia de fazer isso. E quem faz tricô vai entender exatamente o que eu direi aqui: é praticamente impossível contratar alguém pra te ajudar na produção, uma vez que cada pessoa tricota de uma maneira e mesmo que sigam uma receita, no final, teremos dois resultados diferentes.

Uma coisa: eu sempre tive paixão por toys… bichinhos e bonequinhas sempre roubaram meu coração, principalmente se estes forem de pano. Eu já havia feito inúmeros cursos a respeito, aprendi a costurar anos atrás principalmente por causa disso, comprei máquina de costura, tecidos e tudo mais… porém, era uma coisa que eu sempre acabava deixando de lado por causa da famosa “falta de tempo”.

Foi aí que eu tive um estalo: porque não mudar completamente o foco do meu trabalho? Porque não dar uma chance pra essa minha vontade, essa minha paixão, que é fazer bichinhos e bonecos de tecido? E foi isso que eu fiz.

Trabalhei um mês e meio com a loja virtual fechada, apenas criando moldes e fazendo as peças piloto que dariam início a esta nova fase. Posso dizer que “ampliei” o público alvo da minha loja, já que agora tenho produtos voltados à maternidade, bebê, criança e também para adultos que gostam de toys artesanais (como eu).
Mesmo mudando o foco, continuo trabalhando com artesanato e com o lúdico, os dois pilares do meu trabalho e que refletem aquilo que eu gosto e sou.

E uns dias atrás, mais precisamente dia 11/02/2016, a loja virtual reabriu com os produtinhos novos. Vamos conhecê-los?

.
.
Naninhas:

naninhas

naninha coruja

As Naninhas são travesseirinhos para bebês ou crianças que gostam de dormir agarradinho a um bichinho fofinho. Elas são chamadas de “objetos transicionais” e sua função é acompanhar o bebê/criança dando suporte emocional, especialmente quando estão longe dos pais. A naninha também está associada à rotina de dormir.

O bacana é que esse modelo de naninha é composta de duas partes separadas: o travesseirinho interno e a capinha dele (ou fronha) que tem a temática de um bichinho. Esse modelo facilita a higienização da peça, já que a fronha pode ser retirada do travesseiro para lavagem.

Nossas naninhas são Unissex, todas podem ser adaptadas para menino ou menina, mudando apenas cores e estampas de acordo com o gosto do cliente.

Você escontra todos os nossos modelos de naninhas e informações para compra AQUI!

.
.
Quadro Bastidor Maternidade:

Quadro Bastidor Maternidade 01

Esses quadrinhos em bastidor podem ser usados de diversas formas: Na porta da maternidade, na porta do quartinho do bebê ou então no interior do quartinho, para decoração.

Quadro Bastidor Maternidade 02

Os quadrinhos em bastidor são personalizados com o nome do bebê, em botões forrados de tecido com as letrinhas do nome.

Assim como as naninhas, os temas dos quadrinhos em bastidor também são unissex, e podem ser adaptados para menino ou menina, com as cores e estampas que o cliente desejar.

Quadro Bastidor Maternidade 03

Você encontra todos os nossos modelos de quadro bastidor maternidade e informações para compra AQUI!

.
.
Baleias:

Baleias

Que criança não ia gostar de brincar com essas baleias fofinhas?
As baleias de tecido podem ser ótimos brinquedos para os pequenos, mas elas também podem ser usadas como decoração. Muitos adultos ficam fascinados por elas <3 São feitas em 2 tamanhos, P e G. Nossas baleias estão a venda AQUI!

.
.
Chubby, a Boneca:

Chubbies 01

Chubby é uma boneca de pano fofinha e bochechuda que pode tanto agradar crianças (como um brinquedo) ou adultos (como decoração… ou como brinquedo também né, porque não? Se você for como eu, certamente brincará com ela!).
Temos 6 opçoes diferentes para as cores de cabelos da Chubby, mas podemos estudar a possibildade de novas cores a pedidos.

Ela é uma boneca da linha Tilda, que não foi nomeada, justamente para que cada artesão que a fizesse, pude-se nomeá-la. Nós batizamos a nossa de “Chubby”, que quer dizer “bochechuda”.

A Chubby acompanha um set de roupinhas: um mini vestido, um bloomer (shortinho) e uma tiara. Os mesmos podem ser feitos nas cores e estampas que desejar. E o bacana é que todos esses itens podem ser removidos da boneca, possibilitando um brincar mais divertido e também a confecção de novas roupinhas para a ela. Basta soltar a imaginação!

Chubbies 02

Você encontra a Chubby a venda AQUI!

E aí, gostaram das novidades?
Todos os produtos são feitos sob encomenda (consulte prazo de produção nas páginas dos produtos na loja), e personalizados conforme o gosto do cliente.

Ainda tem um mundo de ideias aqui dentro da minha cabeça e, aos poucos, vamos adicionando novos produtos à lojinha.
Não deixem de nos visitar! www.sweetcraft.com.br

Um beijo,
Rê =D

16
fevereiro
2016

O nosso ~convite de casamento~

Hello, pessoas!

Então, hoje fazem 9 dias que casei (o tempo voa!), foi lindo, maravilhoso! E com relação aos itens DIY não tem mais nenhuma surpresa pra estragar, então a partir de hoje farei uma série de posts aqui no blog, pra mostrar todos os detalhes do nosso casamento, todos os elementos que planejei, todo o trabalho que tive para que tudo ficasse do jeitinho que queríamos!

Para quem não sabe, eu sou artesã de coração e publicitária de formação, então não tinha como eu não colocar a mão na massa e fazer as coisas acontecerem. Mas que coisinhas? As que vocês irão conhecer aqui, em cada post que eu fizer =)

Uma das primeiras coisas que eu pensei em fazer foi ele, o convite!
Gente, eu bolei este convite quase 1 ano e meio antes do casamento… e adivinhem? Não mudei absolutamente nada nele! <3 O processo de criação dele foi bem complexo, contou com a participação de outras pessoas, até chegar no resultado final que vocês verão aqui. E tudo começou às avessas: a primeira coisa que eu pensei é que eu precisava usar um furador de papel que eu tinha comprado há algum tempo: Convites Casamento Re+Ale 01

É um kit de furadores para scrapbook, da Martha Stewart, e é chamado de “punch around the page”, isso porque ele tem um furador para os cantos e um furador para as bordas, que juntos, dão continuidade ao desenho. Existem vários desenhos diferentes de borda, mas na época que eu comprei, me encantei por este desenho todo rendadinho. E detalhe: eu comprei ele em 2011, sem finalidade alguma, só porque achei “bonitinho”…

Então, com essa história do casamento, de eu querer fazer a papelaria sozinha, resolvi que ia usar o tal furador para fazer a borda do convite. Mas aí me deparei com um problema: pelo fato do furador ser importado (americano), o tamanho do papel a ser cortado precisava ser calculado em polegadas, e não em centímetros… isso para que o desenho dele fechasse perfeitamente. Não que eu não soubesse trabalhar com polegadas, o problema seria conseguir um envelope para ele! E foi assim que o meu martírio começou…

Procura daqui, revira dali, fui em umas 38463549 livrarias, e nada… ou o envelope era grande demais, ou pequeno demais… se ficava bom na largura, dava problema na altura… me convenci de que não conseguiria um envelope padrão para ele. Consultei algumas gráficas pra ver quanto custaria fazer um envelope personalizado, e, obviamente que era muito caro. Eu já esperava por isso, pois eu precisava de apenas 65 unidades e gráfica trabalha com quantidade, quanto mais unidades iguais você compra, menor é o preço da unidade… e a quantidade que eu queria não atingia nem o mínimo, quiçá descontos!

Foi então que, numa conversa com minha mãe, ela lançou a ideia brilhante: porque não um envelope de tecido?
Como não pensei nisso antes? Com tecido faria o tamanho e formato de envelope que quisesse! G-E-N-I-A-L!
Fiz um cálculo rápido pra saber quantos yards de tecido eu precisava. Sim, yards (tradução: jardas)! Porque quando você compra tecido importado e de uma loja do exterior, você compra em yards e não em metros… 1 yard = 91cm (+ ou -). Tecidos importados tem qualidade superior, o algodão é infinitamente melhor, as estampas tem cores mais vivas e desenhos bem delineados. Comprar de fora compensa porque você pagará pelo mesmo tecido a metade do valor que ele é vendido aqui.
Já tinha decidido que o tecido seria importado, que compraria de fora, que precisava de 6 yards pra fazer todos os envelopes. A temática do nosso casamento seriam passarinhos, eles estariam presentes no convite. Então, pra complicar ainda mais, decidi que o tecido do envelope seria de casinhas de passarinho!
Foi uma intensa busca, mas finalmente consegui com um vendedor do Etsy uma estampa que me agradou demais! E o melhor: num tom de azul liiiiiindo!

Convites Casamento Re+Ale 06

Mas como nem tudo são rosas, ele tinha apenas 4 yards do tecido em azul… até tinha mais yards da mesma estampa, porém em tecido verde claro. Na hora fiquei um pouco chateada, mas depois, pensei: tanta coisa nesse casamento vai ser diferente… a começar pelo local, que tem uma mesa de cada tamanho, uma cadeira de cada estilo… porque não usar duas cores de envelope? Comprei os 4 yards de tecido azul e 2 yards de tecido verde… alguns convidados receberam uma cor de envelope, outros convidados receberam outra =)
Eu fiz a compra em janeiro/2013, com muuuuita antecedência. Demorou cerca de 50 dias para os tecidos chegarem até minhas mãos.

Alguns meses depois, quando chegou a época de colocar a mão na massa e iniciar a produção, bolei também 2 cartõezinhos, que seriam anexados ao convite: o primeiro para confirmação de presença, com os dados que a nossa cerimonialista nos passou para tal; e o segundo falando da nossa página na internet, onde haviam fotos, mapa do evento e lista de presentes. O site construí pelo iCasei.

Tudo planejado e arquivo de papelaria finalizado, fui na gráfica e imprimi algumas páginas de teste:

Convites Casamento Re+Ale 02

Fazer página de teste é muito importante, pois assim você pode ver como ficaram as cores no papel e se o tamanho do convite ficou certinho. Teste feito e aprovado, mandei fazer a impressão das 65 unidades necessárias.

Convites Casamento Re+Ale 03

Momento de trabalho braçal: Cortar tuuuuuudo na guilhotina, pra ficar bem retinho e nas medidas. Depois de cortados, chegou a hora de usar o meu ultra hiper mega super blaster furador de bordas.

Convites Casamento Re+Ale 04

Parte de papelaria feita! Os convites ficaram assim:

Convites Casamento Re+Ale 05

Depois disso, minha mãe cortou o tecido para os envelopes na placa de patchwork, que também dá precisão ao corte, com medição certa:

Convites Casamento Re+Ale 07

Convites Casamento Re+Ale 08

Vale aqui dizer que, antes de sair cortando este tecido, calculei exatamente que tamanho precisava cortar para fazer o envelope que queria e cortei este tamanho em um outro tecido qualquer… costurei e experimentei o convite dentro dele, para ver como ficaria. E só com a certeza de que era exatamente isso que eu queria, que fizemos o corte do real tecido que seria usado para os envelopes. TUDO que fazemos pela primeira vez exigem testes. Ou então você estará fadado a ter uma margem de desperdício de material muito maior do que deveria ter.

Com todo o tecido cortado, eu e a mãe fomos para a máquina, fazer a bainha das bordas.

Convites Casamento Re+Ale 09

De última hora, resolvemos adicionar um detalhe: uma tira de renda de algodão na parte frontal inferior do envelope. E dá-lhe medição e corte!

Convites Casamento Re+Ale 10

Essa renda precisou ser posicionada com alfinetes, pois a mesma costura que fecharia as laterais do envelope, também a pregou. Tudo milimetricamente calculado!

Convites Casamento Re+Ale 11

Depois de todas as costuras feitas, pregamos a rendinha estreita que serviria para o fechamento. Também fizemos duas casas de botão, na aba do envelope, para que as duas pontas da renda passassem para cima e então o envelope fechasse com um laço.
Mais uma coisa de última hora: Eu tinha guardado alguns mini pingentes de metal com a escrita “LOVE”. Outra daquelas coisas que “comprei-porque-achei-bonito-mas-não-sei-o-que-fazer-com-eles”. Acabei colocando-os na renda que fechava o envelope.

Tudo lindo, prontinho e acabado! Os nossos convites de casamento ficaram assim:

Convites Casamento Re+Ale 12

Convites Casamento Re+Ale 13

Convites Casamento Re+Ale 14

Convites Casamento Re+Ale 15

Convites Casamento Re+Ale 16

Eu mesma desenvolvi a arte do convite. Queria algo bem divertido, descontraído… eu e o Alessandro estamos bem longe de ser um casal formal, então… nada como o convite ter a nossa cara, assim como a nossa festa teve.
Eu fiz o convite no Corel (gente, eu AMO o ilustrator… mas a gráfica que eu mandei fazer impressão aqui em Esteio não trabalha com esse programa. Aí recorri ao velho Corel, que na minha opinião não é tão bom assim, mas quebrou o galho!) e colori no Photoshop, pra poder colocar uns “efeitinhos” na coloração, etc.
Antes que alguém me pergunte, não, eu não “baixei” modelo de lugar nenhum. Eu desenvolvi o convite, mesmo.

Para escrever nos envelopes, usei uma caneta chamada MICRON. É uma caneta bem conhecida no mundo do artesanato, pois ela escreve no tecido sem manchar e também não sai com água. Acha-se em livrarias e em casas de artesanato, ela custa em torno de R$16,00. Eu usei uma de ponta bem fininha, n. 01 (que corresponde a 0.25mm). Escrevi com a minha própria letra.

Começamos a entregar os convites faltando 2 meses para o casório =)

02
dezembro
2013

~Loja Virtual Sweet Craft~

Gente!
A Loja Virtual da Sweet Craft já está no ar!

SWEET CRAFT SHOP LOGO

Trabalhamos muuuuito para que a loja fosse liberada o quanto antes.
Na loja você encontrará produtos craft em costura e patchwork, tricot, crochet, pintura em madeira e em tecido, entre outros. Claro que nem sempre teremos produtos em todas estas áreas de artesanato, mas faremos updates periódicos, sempre com novidades!

Pra quem quiser ficar por dentro das novidades, siga a nossa página no facebook!
O link para a loja estará sempre aqui no blog, no rodapé (logo da loja) e no menu superior (imagem com o carrinho de compras).

Aos poucos vou postando aqui no blog os produtos que a Sweet Craft oferece, mas enquanto isso não acontece, deixo abaixo um mosaico com fotos de alguns produtos que estão na loja neste momento =)

Não deixem de visitar!

Mosaico 01

04
setembro
2013

Camisetinhas de Feltro para Blythe

.
A cada dia que passa, mais ansiosa eu fico à espera da Eleonora.
Por isso ocupo meu tempo em fazer coisinhas para ela =)
Achei o molde dessas camisetinhas de feltro no site We Love Blythe.
O legal delas é que dá pra soltar a imaginação e colocar o motivo que vier à cabeça.
A do Chapolin Colorado eu tive que copiar hahaha… além de ser muito fofa, Chapolin fêz parte da minha infância.
.
Acho que nunca eu quis tanto uma boneca, nem quando eu era criança. rsrsrs…
.
.
Aqui, uma montagem com os motivos que fiz =)
.
01
dezembro
2009
123